CONSCIENCIA BRANCA

Resultado de imagem para divida histórica cotas

LIVRO DE VISITAS - MURAL DE COMENTÁRIOS

Eu, Paulo Antonio Trindade, mestiço com olhos defeituosos,proprietário de diploma de Engenheiro, dedico este site  aos seres humanos repugnantes, desprezíveis, que foram meus colegas no Serviço Público , Prefeitura, Governo Federal e Estadual e que tinham as seguintes características :

1 -"Crioulos" ( pretos ou mestiços-escuros)

2 - Proprietários de diploma de bacharel em Direito ou outro bacharelado.

Leia os nomes no "link seguinte: BIOGRAFIA - HISTÓRIA DE FUNCIONÁRIOS DE COR PRETA OU MESTIÇA-ESCURA

 

LIVRO DE VISITAS     paulo.a.trindade@gmail.com
           

 

MOVIMENTO  CONSCIENCIA  BRANCA    *** WebChat ***                 

 

OS COMUNISTAS VERDADEIROS SÃO CONTRA O REGIME ATUAL DO BRASIL QUE É O SOCIALISMO CARIDOSO O QUAL AUMENTA O NÚMERO DE POBRES E DE CRIMINOSOS.PRECISAMOS DERROTAR  A DILMA  RACISTA DAS COTAS EM CONCURSOS PÚBLICO.   INFORMO QUE SOU PARDO.

O  MELHOR  VOTO    

é o  voto   em  pessoa filiada a qualquer partido que tenha as seguintes características :  saude e físico  e olhos perfeitos , casada legalmente com alguem  com essas qualidades , com filhos menores de 21 anos ,  proprietária de imóvel próprio  quitado ou financiado situado em loteamento legal, com ficha limpa no SPC , polícia  e forum. que não tenha nenhum vício, forte o suficiente para levantar do chão e carregar por 30 metros um peso de 50 kilos, disposta a trabalhar como  em regime de dedicação exclusiva.

Se  essa pessoa ou seu cônjuge  for funcionária publica ou de empresa estatal  deverá assumir  o compromisso por escrito  de combater os denominados "funcionários inimigos públicos" descritos abaixo .

OU  O VOTO  EM CANDIDATO QUE DECLARE SER  "COMUNISTA VERDADEIRO" MESMO QUE  NÃO SEJA FILIADO  AO PCB  OU PCdoB  

WWW.ComunistasVerdadeiros.tk

OU COMO ÚLTIMA OPÇÃO   O VOTO NA  LEGENDA DO PCB OU PCdoB  

ÚNICAMENTE  PORQUE SÃO   "PARTIDOS-IRMÃOS " DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA  O QUAL NÃO  É UM PARTIDO ELEITORAL , E LHE ESTÁ PROIBIDO DE NOMEAR CANDIDATOS  E  DE PARTICIPAR EM QUALQUER OUTRO MOMENTO DO PROCESSO ELEITORAL. ESTA CONCEPÇÃO E ESTA PRÁTICA GARANTEM QUE, NUM  SISTEMA ONDE EXISTE UM SÓ PARTIDO DESENVOLVA E PREVALEÇA  A MAIS  AMPLA PLURALIDADE DE OPINIÕES.

OS COMUNISTAS VERDADEIROS COMBATEM AS "DITADURAS CAPITALISTAS CRIMINOSAS SANGUINÁRIAS" DOS PAISES COM MAIS DE UM PARTIDO ELEITORAL. EXEMPLO: E.U.A .

OS TRABALHADORES PRECISAM DERROTAR OS POLÍTICOS REPUGNANTES QUE DIVIDIRAM O POVO BRASILEIRO EM "PELE PRETA" "PELE PARDA" E "PELE INDIGENA" E "PELE BRANCA"  COM A APROVAÇÃO DA LEI ODIOSA , RACISTA , DAS COTAS EM CONCURSOS PÚBLICOS.
EXEMPLO : DILMA , DE OLHOS DEFEITUOSOS TALVEZ DESDE OS 15 ANOS, SEM FILHO , SEM MARIDO, QUE TALVEZ NUNCA TEVE MARIDO E QUE TALVEZ NUNCA PASSOU EM CONCURSO PÚBLICO. 
JÔ MORAES , BAIXINHA DE ÓCULOS
PIMENTEL , "PELE BRANCA " DE ÓCULOS 

ESTE SITE NÃO TEM PATROCINADORES FIXOS. CONTRIBUA PARA MANTÊ-LO, COM DEPOSITOS EM NOSSAS CONTAS NA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL (OU  LOTÉRICAS) OU BANCO DO  BRASIL  E  RECEBA  CADERNOS OU LIVROS COM MENSAGENS DE MOBILIZAÇÃO POLÍTICA COLADAS EM PÁGINAS INTERNAS.

 

MOVIMENTO  CONSCIENCIA BRANCA

MOVIMENTO  CONTRA  COTAS   RACIAIS  EM  CONCURSOS PÚBLICOS

O Filósofo George Bernard shaw disse: "Um governo que rouba de Pedro para dar a Paulo poderá sempre contar com o apoio de Paulo"

 

    Livro dos Militantes do Movimento Consciência Branca 

Proponho a instituição do DIA NACIONAL DA CONSCIENCIA BRANCA: 20 de novembro.

Deverá ser comemorado no mesmo dia em que se comemora o Dia Nacional da Consciencia  Negra

Nesse dia todos os bares restaurantes e todos os estabelecimentos comerciais participantes deverão dár descontos a pessoas com todas as características seguintes:

Saúde e físico e olhos perfeitos, casado legalmente com pessoa com saude e físico e olhos perfeitos , com filhos menores a 23 anos, nascido na cidade onde reside ( ou então seu cônjuge deverá ser nascido na cidade onde reside), saiba ler e escrever bem. ficha limpa no SPC ,Polícia e Forum, morador em imóvel próprio quitado ou financiado situado em loteamento legal, trabalha 8 horas díárias e 40 semanais no mínimo em regime de dedicação exclusiva ; Não é funcionário público e nem seu cônjuge . 

Proponho a instituição do “MOVIMENTO CONSCIENCIA BRANCA” para combater o “burocratas Inimigos Públicos”.

É uma imoralidade inaceitável que pessoas do sexo masculino e de cor branca , com saude  físico e olhos perfeitos (características dos fundadores  e organizadores do Estado brasileiro ) ou com as caracteristicas citadas acima, sejam “escravizados” atravez do pagamento de impostos e taxas para pagar o salário dos denominados “burocratas-ladrôes”, e dos "presentes" fornecidos pelo regime que vigora no Brasil : "socialismo caridoso". O "socialismo caridoso" é diferente do "socialismo nazista" , que vigorou na Alemanha de 1937 a 1945 , o qual perseguiu e/ou exterminou milhões de pessoas que consideravam"inferiores " : judeus , ciganos ,  pretos e mestiços, homosexuais , deficientes fisicos , doentes , mendigos , criminosos, e roubava riquezas  e propriedades dos judeus  e os dava aos  alemâes genuinos que diziam ser  "raça superior". 

Presentes" do "socialismo caridoso" às denominadas "vítimas do Capitalismo" : cotas raciais para Concursos Públicos e Escolas Públicas , construção de casas para moradores de favelas e imóveis invadidos, bolsa-familia , bolsa-gas , Programas Minha Casa minha Vida , Minha Casa melhor, Brasil Carinhoso,aposentadoria aos 25 anos ou por doença , emprego  publico a  menor de 18 anos, auxilio-reclusão etc.

Os brancos e pretos com filhos menores de 21 anos, que preferem pagar aluguel ou morar longe e não morar em favelas, com ficha limpa no SPC, Policia e forum, e tem atividade profissional lícita , não recebem "presentes" por não serem considerados pobres. 


No Dia da Consciência Branca teremos a chance de aprender com os erros do passado e moldar melhor o futuro. Brancos não podem aceitar nenhuma forma de racismo sob qualquer pretexto – em estádios ou fora deles. Essa era de preconceitos tem de ser enterrada sob o manto da vergonha. Racismo, não. Nem preto, nem branco, nem vermelho, nem amarelo. Mas em 20 de novembro teremos a obrigação de relembrar o que os brancos já fizeram de bom. E não foi pouca coisa. Podemos celebrar os heróis brancos : Jesus , Osvaldo Cruz , Juscelino, Lair Ribeiro, Galeno Procopio M. Alvarenga  . Se é para falar em raças podemos dizer: “Sou branco e não me envergonho”. Por que não?

 

Façamos  apelo para que, no mes de novembro, não só os negros celebrem sua consciência, mas que nós, como disse, os "não negros", também tenhamos consciência do que fazemos com e para eles.

Propomos nem martirio e  nem cinismo, só consciência. De que somos brancos. Do que é ser branco. De nossa herança. Para conseguirmos nos enxergar na escravidão . E para não nos esquecermos de que todo homem branco é culpado. Um dia foi abolida a escravidão. Um dia as mulheres puderam votar. Só depois vieram, ambos, a trabalhar com os brancos e com os homens. Estão se tornando chefes ,prefeitos ,governadores e Presidenta. Agora podem casar-se com quem quiserem. Dia da Consciencia de todas as cores. Devemos  repudiar toda e qualquer forma de escravidão, os negros foram sim explorados e massacrados, isso não se pode negar. Mas julgar isso, motivo para cotas em faculdades e concursos públicos é de um mau gosto tremendo.

Alguem pode  então exigir uma vaga na faculdade por ser um descendente de índio, um povo que foi massacrado, desculturizado e só não foi escravizado porque se negou a isso? Não são só os negros que sofrem injustiças, não são só os negros que sofrem preconceitos, lutar apenas pelos direitos de alguns é aumentar a desigualdade, porque o negro pobre freqüenta a mesma escola do branco pobre, e o negro rico freqüenta a mesma escola do branco rico. A questão é mais social do que racial.

Ainda há muito preconceito, e essas iniciativas que isolam um grupo só vão contribuir para aumenta-lo.

Pela igualdade das raças, pela justiça social e pelo fim da exploração de qualquer ser, seja ele homem, mulher, branco, negro, animal “racional” ou não. Por tudo isso devemos gritar pelo dia da Consciência Humana.

Nesse dia deverão ser promovidos debates, assembléias para analisar a situação da pessoas que não são funcionários publicos nem de empresas estatais e são obrigadas a sustentar atravez do pagamento de impostos e taxas milhões de funcionários civis e militares , improdutivos , desonestos.

 

Temos que exigir igualdade e parar de manter uma imagem de que o Negro é fraco e oprimido, assim como diferenciar negro, branco, amarelo, vermelho, pardo, etc... Eles são gente como todo mundo. São fortes e não precisam ficar se apoiando em imagens de um povo injustiçado e marginalizado, o tempo da Escravidão já foi, o tempo do banheiro e bebedouro "branco e preto" já era!!!

Igualdade para todos !

 

Uma coisa que os negros favoráveis a cotas nunca falam é que os negros tambem eram escravizados pelos árabes e pelos próprios negros. Os portugueses tinham feitorias na costa africana, e simplesmente compravam os negros. Porque os negros não vão cobrar a "dívida social" dos próprios negros, que tambemos escravizaram? Ou dos árabes? Ou dos outros povos que os escravizaram?

 

Até Zumbi dos Palmares, o grande líder negro do país  tinha escravos. E assassinou seu tio, Ganga Zumba, pra chegar ao poder e virar o chefe do Quilombo dos Palmares. Isso são fatos históricos. Aconteceu e são comprovados.

 

Paulo Trindade , 65 anos, mestiço com uma pinta de pele preta no braço , foi Funcionário, atravez de Concurso Público, durante 8 anos na Prefeitura, 02 anos no Governo Estadual e 19 anos no Governo Federal. Pediu demissão da Prefeitura devido ao comportamento desonesto dos colegas que eram "burocratas-ladrões" e eram pessoas com as características seguintes : portadores de diploma de bacharéis em Direito e/ ou de cor preta ou mestiça-escura, e/ou usuários de óculos ou lentes, e/ou com saúde ou físico imperfeitos, e/ou solteiras ou desquitadas, e/ou nascidas fora de Belo Horizonte, e/ou com altura inferior a 1,62 cm, e/ou do sexo feminino

 

 

15 - LUTA POR MERITOCRACIA NOS CONCURSOS PÚBLICOS

 

 Luta contra "Socialismo Caridoso" que aumenta número de pobres

 

Proponho  tomada de posição de todos os professores e de todos os dirigentes de Escolas contra as cotas para negros em concursos publicos , contra o acúmulo de qualquer cargo público , contra o não cumprimento de horário de  trabalho pelos funcionários públicos e contra contratação sem concurso público. Afixar em local visivel a decisão para que todos os alunos,  se o projeto for aprovado, façam campanha contra a reeleição da da mulher sem marido e sem filho que talvez nunca participou de concurso público e todos os apoiadores desta Lei. Peço enviar a decisão contra as cotas raciais imediatamente a todos os  senadores  para que eles votem contra essa lei racista.

A Presidente Dilma enviou ao Congresso Projeto reservando 20% das vagas para negros. É proposta eleitoreira. Eu sou totalmente contra porem já que foi aprovada na Camara Federalproponho as modificações seguintes:

Durante 12 meses  , 10% das vagas serão para negros e  mestiços e deficientes físicos e tambem para pessoas com as caracteristicas seguintes: 

saude e físico e olhos perfeitos , casado legalmente com pessoa com essas qualidades , com filhos menores de 21 anos , com ficha limpa no SPC , polícia e forum. não ter nenhum vício , morador nos últimos 5 anos em imóvel situado em loteamento legal ,  isto é , não morador de favelas ou terrenos linvadidos ; fortes o suficiente para carregar peso de 50 quilos por 30 metros.

Os negros e mestiços deverão ter saude e fisico e olhos perfeitos e serem fortes o suficiente para carregar peso de 50 quilos por 30 metros.

A ideia é que essas pessoas especiais assumam cargo de chefia após o ingresso no Serviço Público.

No edital do concurso deverá constar número de vagas e  nota mínima para aprovação e se os deficientes fisicos e os negros e mestiços  não conseguirem essa nota minima as vagas serão preenchidas pelos que alcançaram a nota mínima , para não ser necessário a realização de novo  concurso. O edital deverá  proibir a participação de  funcionário público ou de Entidades e Empresas Estatais  atravez desse sistema de cotas.  Os beneficiarios  do sistema de cotas deverão exercer seus cargos em regime de dedicação exclusiva sob pena de demissão , isto é ,  não exercer outra atividade profissional . 

 

20% DE TODOS OS CARGOS EM COMISSÃO OU DE RECRUTAMENTO AMPLO TAMBÉM DEVERÃO SER OCUPADOS POR AFRODESCENDENTES.

Apresentamos aqui ou no site www.justpaste.it/pcdob argumentos irrefutáveis :

 

Com a realização de concursos públicos, ingressam na Administração Pública pessoas de 18 a 50 anos, de fragilidade física, de olhos míopes presbiópicos, hipermétropes, astigmáticos, ou de um olho somente, solteiras, desquitadas, gorduchas, etc.

 

Esses servidores não são apenas trabalhadores, mas são também representantes da população brasileira ( e um sábio famoso já disse que este país é um imenso hospital).

 

 

 

Em toda repartição haverá sempre um servidor com maior capacidade física ou intelectual ou motivação para realizar determinada tarefa que outro.

 

 

 

Pouco importa se este ou aquele servidor não tenha condições de contribuir com um trabalho igual ao que um servidor de saúde total seja capaz de produzir, exatamente como adolescentes em relação ao pai ou a mãe ou irmãos adultos, ( ou pessoas idosas em relação às mais novas) em uma família. ( ver na Bíblia em 1 Coríntios 12:14-18,21,22 ou Romanos 15:1,2).

 

 

 

Situação pior  é a concessão de promoções e/ou concessões de horas-extras desnecessárias e ou não cumpridas e outras vantagens antijurídicas, a funcionários em desvio de função ou contratados sem concurso público, ou que se comportem antijuridicamente em relação a algum colega ou usuário do Serviço Público, e/ou que permanecem praticamente á-toa dentro da repartição . Isto significa PREMIAÇÃO POR COMPORTAMENTO ANTI-JURÍDICO , A PESSOAS QUE NÃO MERECEM.

 

 

 

A situação pior de todas, e que ocorre muito, á a existência de servidores contratados sem concurso público, e/ou que acumulam cargos públicos ilegalmente  ou legalmente e/ou que se comportam desonestamente com colegas ou usuários do Serviço Público, e além de todos esses defeitos, são pessoas de fragilidade física e/ou míopes, presbiópicas, hipermétropes, astigmáticas, de um olho somente, e/ou solteiras ou desquitadas, etc. e o pior é que, ocupando cargo de chefia, apoiam e recompensam  funcionários  com essas caracteristicas.

  

Observando todos esses fatos vemos a importância de um chefe que seja mais “forte”, somando-se capacidade física, intelectual, psicológica, e o merecimento social, exatamente como o pai ou a mãe em uma família ideal, na distribuição das tarefas em uma residência, e na imposição da “mesada”, premiação ou pagamento a cada membro, após livre diálogo com todos êles. 

 

7 -

DERROTA

 

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara aprovou, nesta quarta-feira (26), projeto de lei que reserva aos negros vagas em concursos públicos e cargos comissionados na administração pública federal. As regras poderão valer por um período de dez anos. O relator, deputado Leonardo Picciani (PMDB-RJ), fez parecer pela aprovação da proposta e de emendas. De autoria do Executivo, o texto segue para apreciação do plenário. O projeto, que está na Câmara desde novembro de 2013, tramita em regime de urgência.

 

Uma das emendas aprovadas, do deputado Luiz Alberto (PT-BA), estende a reserva de vagas para nomeação de negros aos cargos em comissão. Outra emenda, do deputado Domingos Dutra (SSD-MA), amplia o percentual de reserva de vagas para 30% nos concursos para provimento de cargos efetivos e empregos no âmbito da administração pública federal e inclui os indígenas na cota.  A proposta original estipulava 20%  de vagas reservadas somente aos afrodescendentes.

 

A CCJ também acatou sugestão da deputada Janete Pietá (PT-SP) em emenda que prevê o preenchimento dos cargos em comissão em percentuais paritários aos negros, pardos e brancos.

 

“Há uma dívida histórica que remonta aos tempos da escravidão e à posterior exclusão dos meios de educação formal, que levou à condição de pobreza a maioria dos negros do país”, disse Picciani. Ele lembrou que, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, “os negros representam mais de 50% da população, mas ocupam menos de 30% dos cargos na administração pública”.

 

A cota vale para a administração pública federal e autarquias, fundações e empresas públicas e sociedades de economia mista controladas pela União. Os deputados Alexandre Leite (DEM-SP), Marcos Rogério (PDT-RO) e Marcelo Almeida (PMDB-PR) registraram votos contrários ao parecer.

 

Em votos em separado, Marcelo Almeida e Marcos Rogério sustentaram que o projeto é inconstitucional. O primeiro alegou que a proposta pretende “restringir o acesso de um significativo contingente de candidatos, via concursos públicos, a cargos efetivos e empregos públicos no âmbito da administração pública direta e indireta, por critérios que excluam fatores como a perseverança, o mérito e o esforço das pessoas”.

 

Já Marcos Rogério argumentou que “as cotas raciais não são o caminho ideal para superar as deficiências do processo de escolarização, eliminar o preconceito da sociedade e reparar negros e pardos brasileiros pelas injustiças historicamente sofridas”.

*********************************************************************************

Com 314 votos favoráveis, 36 contrários e seis abstenções, a Câmara aprovou nesta quarta-feira (26) projeto de lei que reserva aos negros 20% das vagas em concursos públicos para cargos efetivos e empregos na administração pública federal e autarquias, fundações e empresas públicas e sociedades de economia mista controladas pela União. O projeto segue para o Senado.

Os deputados derrubaram emendas que ampliavam o alcance da medida e prevaleceu a versão original apresentada pelo Executivo. O texto aprovado reserva 20% das vagas para negros, mas não permite que a cota seja estendida para cargos em comissão, como propôs o deputado Luiz Alberto (PT-BA).

Também ficou de fora a emenda que previa o aumento da cota para 30%, incluindo índios, proposta por Domingos Dutra (SDD-MA).

Mais cedo, em comissão, parlamentares tinham acatado sugestão da deputada Janete Pietá (PT-SP) para que o preenchimento de cargos comissionados observasse percentuais paritários para negros, pardos e brancos. Outra alteração sugerida previa que a reserva fosse dividida entre estudantes de escolas públicas e privadas. Tudo isso “caiu” no plenário. Se sancionada, a cota vai vigorar por dez anos. Caberá aos candidatos se autodeclararem pretos ou pardos.

O tema dividiu opiniões dos parlamentares. O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) criticou o projeto no plenário. “Esse projeto é racista, separatista e imoral”. Já a deputada Benedita da Silva (PT-RJ) defendeu a medida. Para ela, a ação afirmativa não pode virar alvo de “chacota”. “O que falta ao negro é a oportunidade. E esse projeto vai dar oportunidade”.

O deputado Sílvio Costa (PSC-PE) argumentou que a questão racial não é mais importante do que a questão social. “No sertão de Pernambuco, onde tem colonização holandesa, os brancos é que são pobres. E então os filhos dos negros ricos serão privilegiados em detrimento dos filhos dos brancos pobres”. No entanto, a maioria dos líderes partidários defendeu o projeto. “Infelizmente, fui acompanhado pelo deputado Bolsonaro nesse tema”, afirmou Sílvio Costa aos jornalistas, depois.

 

Hoje 26-03-2014  a Comissão de constituição e Justiça  deram parecer pela constitucionalidade do P.L. isto é, não entenderam que  o artigo da Constituição que  diz  que  "todos são iguais perante a Lei "  não se aplica

PROJETO DE LEI Nº 6.738/13 - do Poder Executivo - que "reserva aos negros vinte por cento das vagas oferecidas nos concursos públicos para provimento de cargos efetivos e empregos públicos no âmbito da administração pública federal, das autarquias, das fundações públicas, das empresas públicas e das sociedades de economia mista controladas pela União". 
RELATOR: Deputado LEONARDO PICCIANI. 
PARECER: pela constitucionalidade, juridicidade e técnica legislativa deste e das Emenda de Plenário nºs. 1, 2 e 4; e pela inconstitucionalidade das Emendas de Plenário nºs. 3, 5 e 6. 
O Deputado Marcos Rogério apresentou voto em separado em 25/03/2014. 
Proferido o Parecer. Apresentada Complementação de Voto. Discutiram a Matéria: Dep. Luiz Alberto (PT-BA), Dep. José Guimarães (PT-CE), Dep. Edson Silva (PROS-CE), Dep. Ronaldo Fonseca (PROS-DF), Dep. Pastor Eurico (PSB-PE), Dep. Benedita da Silva (PT-RJ), Dep. Anthony Garotinho (PR-RJ), Dep. Marcos Rogério (PDT-RO) e Dep. Chico Alencar (PSOL-RJ). Interrompida a Discussão em função do início da Ordem do Dia do Plenário da Câmara dos Deputados. Mantidas as inscrições dos Deputados: Décio Lima, Sérgio Zveiter, Ronaldo Benedet, Vicente Arruda, Esperidião Amin, Marcelo Almeida e Paulo Maluf, em 25/03/2014. 
(Avulso Nº 192) 

 

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (26), por 314 votos a 36 e 6 abstenções, o projeto de lei 6738/13, do Poder Executivo, que reserva 20% das vagas em concursos públicos a candidatos negros que assim se declararem na inscrição. A proposta será analisada agora pelo Senado.

A reserva de vagas prevista na medida valeria para cargos da administração pública federal, das autarquias, das fundações públicas, das empresas públicas e das sociedades de economia mista, controladas pela União, como Petrobras e Caixa Econômica Federal, e valeria por dez anos. A proposta não vale para cargos do Legislativo e do Judiciário. 

No plenário, os deputados terão que analisar alguns pontos do texto, incluídos em emendas, que alteram trechos do projeto original. Uma das propostas aumentaria de 20% para 30% a reserva de vagas. Outras sugestões ampliam a reserva de vagas também para cargos em comissão e incluem negros, pardos e índios como beneficiários da medida.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

A Câmara Municipal que decretou feriado pela “Consciência branca”

Presidente da Câmara da cidade justificou a medida: “Tenho um primo que chamam de maisena, de tão branco que ele é, e ele mesmo me cobrou, se tem pelos negros também deveria existir dos brancos, porque existe preconceito contra branco também”

Por Pragmatismo Político,

O presidente da Câmara de Sertãozinho (SP), Rogério Magrini dos Santos (PTB), decretou ponto facultativo na última sexta-feira (21) em “Homenagem à Consciência Branca”. A medida foi tomada no mesmo decreto que validou ponto facultativo para o Legislativo local pelo Dia da Consciência Negra, comemorado na quinta-feira (20).

O presidente da Câmara, também conhecido como Zezinho Atrapalhado, justificou a “homenagem” porque um primo se diz vítima de preconceito por ter pele de cor branca. “Tenho um primo que chamam de maisena, de tão branco que ele é, e ele mesmo me cobrou, se tem pelos negros também deveria existir dos brancos, porque existe preconceito contra branco também”, diz.

A “homenagem” gerou polêmica e críticas de instituições que combatem o preconceito. Uma ONG que atua na cidade contra a discriminação racial considerou a atitude “inaceitável”.

“Por uma questão histórica, este decreto é um absurdo e um ato de preconceito”, afirmou Luís Honório, presidente da ONG Cabeça Di Nego de Sertãozinho. Honório considera ainda entrar no Ministério Público contra o decreto.

Foto de capa: Vereador Rogério Magrini (PTB) (Foto: Reprodução/Youtube)

XXXXXXXXXXXXXXXXXX

 

 

POEMA POLÍTICO

CONSTRUÇÃO

E foi assim que o operário/ Do edifício em construção/

Que sempre dizia sim/ Começou a dizer não,/

E aprendeu a notar coisas/ A que não dava atenção:/

Notou que sua marmita/ Era o prato do burocrata-ladrão.../

Que o casebre onde morava/ Era a mansão do burocrata-ladrão

Que a dureza do seu dia/ Era a noite do burocrata-ladrão/

Que sua imensa fadiga/ Era amiga do burocrata-ladrão/

E o operário disse : Não ! /

E o operário fez-se forte / Na sua resolução.

(Adaptação de um poema de Vinícius de Moraes , de onde foi substituida a palavra "patrão" )

 

*** ***

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

ABAIXO-ASSINADO  CRIADO POR Ewaldo Monteiro de Castro N.

NÃO AO PROJETO DE LEI PARA COTAS RACIAIS NO SERVIÇO PÚBLICO E EMPRESAS PRIVADAS

22.670 assinaturas. Vamos chegar a 30.000

VOCÊ QUE CONCORDA COM A GENTE, CONSIGA MAIS UMA ASSINATURA DE UM AMIGO! VAMOS DIVULGAR!

Artigo 5º da Constituição Federal

Art. 5º. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes



Diga NÃO ao racismo! Diga NÃO ao Estado Racial! Raças NÃO existem!

NÃO PUNA PESSOAS QUE NÃO DESEJAM UTILIZAR CONCEITOS DE RAÇA POR TODA VIDA, PORQUE SIMPLESMENTE NÃO SE IMPORTAM COM ISSO! PESSOAS SÃO MAIS DO QUE MELANINA OU OLHOS PUXADOS.

Só peço 3 coisas:
DUVIDE. VEJA OS ARGUMENTOS. REVEJA SUAS OPINIÕES!


http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI6226973-EI306,00-Dilma+criara+cotas+para+negros+no+servico+publico+diz+jornal.html

O Brasil precisa aprender a premiar o mérito e o trabalho!

Vamos lutar por um país igual para todos! Premiar o mérito, não o maldito jeito brasileiro de fazer tudo.

Dividir e conquistar: O Governo apenas usa movimentos sociais pra dividir a sociedade e ganhar votos! Aqui se cria uma rixa na sociedade entre pessoas com níveis sociais e histórias de vida semelhantes.


A Presidente quer segmentar a sociedade em raças, com a desculpa de inclusão. Mas enquanto houver vencedores há perdedores, e todos os concursos e vestibulares são uma competição, Para cada pessoa incluída tem uma pessoa excluída! Para cada pessoa que se declara negra e for aprovada uma pessoa com uma nota superior e que não quis usar critérios raciais será excluída, que muitas vezes merece e precisa muito mais desse trabalho ou vaga em faculdade.

Aqui está se recriando um erro histórico: Pessoas que não são afetadas em nada pela medida estão punindo bons alunos, gente trabalhadora, decente, bons profissionais, com a ideia absurda de que são culpados pelo que aconteceu séculos atrás! ISSO É UMA MENTIRA! NÃO ACREDITE NISSO, QUEM NASCEU HOJE NÃO TEM CULPA NENHUMA DO QUE ACONTECEU SÉCULOS ATRÁS! VOCÊ NÃO DEVE NADA!

A história é repleta de erros e injustiças que se repetem todos os dias. Não importa o que se faça, não se volta o tempo para evitar erros cometidos, e um erro nunca justifica o outro.

O Governo transforma todos os anseios da população em produtos políticos para ganhar votos. Com o desejo de igualdade, que todos desejamos, criou o sistema de cotas raciais baseado em 2 falácias:

1) Essa geração atual é culpada por o que aconteceu séculos atrás.

2) Todos contrários a cotas raciais são preconceituosos e racistas.

1) Nós nascemos nessa época. A classe governante quem tem uma história de exploração e segregação em relação ao povo, e nunca nada fez para reparar, em nada é afetada pela medida. Apenas manipula as massas com falsa propaganda e falsos argumentos. Existem milhões de erros históricos, mas só com o passar do tempo se sabe que realmente foram erros. O Europeu colonizar, escravizar e impor cristianismo e civilização ao mundo já foi o correto. Queimar cientistas na fogueira já foi o correto. Não se pode criar segregação com argumentos no passado, é injusto com a geração atual. Estão punindo, privilegiando e criando diferenças entre pessoas com nível social semelhante, com um critério inexistente ("raça"), e péssimos argumentos que reforçam o conceito. Você realmente acredita que com algum tipo cota é possível reparar o passado? Todos os mortos durante escravidão? Todas as populações indígenas dizimadas no descobrimento do Brasil? Todas as guerras? NÃO HÁ NENHUMA RELAÇÃO DE CAUSA E EFEITO. O que é feito hoje repercute no presente e no futuro, e o Brasil está criando um Estado de segregação racial, com o apoio de todos.

O Brasil é a mistura de todas as cores e etnias. Para justificar essa política, seria necessário supor que todos os pobres são assim porque descendem de negros que foram escravizados, assim como todos os ricos assim o são porque descendem de brancos fazendeiros. Isso não existe, há mobilidade social. Existem brancos pobres e negros ricos. Existe a mistura de todas as cores e historias de vida no Brasil. Como determinar quem é branco e quem é negro na maior mistura étnica que existe no mundo? Defender cotas raciais com base em políticas passadas e critérios de raça é um erro absurdo, justificada apenas para fins eleitoreiros. O povo acha que está sendo beneficiado e reelege o Governo, enquanto na verdade está defendendo racismo e segregação.

Mais quantos alunos estudiosos serão obrigados a abandonar os cursos que desejam para dar lugar a outros com menor preparo e merecimento? Quantos sonhos perdidos e vidas totalmente mudadas? Quantos bons profissionais a gente vai perder nessas décadas todas de segregação e racismo que o Governo insiste?
Bons empregos são difíceis para todos! Oportunidades são difíceis pra todos. Essa é a verdade! EXCLUIR ALGUÉM ESFORÇADO E COMPETENTE PARA INCLUIR ALGUÉM POR TRAÇOS FÍSICOS NUNCA SERÁ JUSTIÇA. Ainda mais por serem socialmente semelhantes.

2) Quem é contrário a cotas raciais apenas não deseja que o critério "raça" seja usado para privilegiar ou discriminar alguém. Quem defende um discurso "o negro precisa de cota sim" é um perfeito exemplo de racista, essa a verdade. Admite o racismo em si mesmo, e quer convencer todos de que todos são assim. Pessoas sem racismo acham esse tipo de distinção ridícula. Quando um aluno negro ingressa numa carreira de juiz beneficiado por ser negro, é racismo e segregação contra toda população não-negra. E ele defenderá a segregação por toda vida, já que foi beneficiado com ela. Aí nasce um novo racismo, reforçado a cada dia por todos que são beneficiados pela medida. TODA SEGREGAÇÃO RACIAL É DEFENDIDA POR QUEM SE BENEFICIA, INDEPENDENTE DE DESCULPA. Os beneficiados por cotas raciais são os maiores interessados em que as ideias de acismo e preconceito continuem. Todos que defendem uma politica contraria a algo perdem o poder quando esse algo cessa de existir. Há várias outras políticas que podem ser adotadas para promoção social. Porque não reservar bolsas de estudo apenas em instituições particulares e manter o que é público e pago por todos, ao acesso de todos de forma igualitária? As pessoas também se sacrificam para pagar educação. É como se o trabalho e custear as próprias contas esteja sendo punido. A maioria da população não-negra não tem condições de pagar uma faculdade de Medicina, enquanto seriam excelentes médicos e passariam em um concurso igualitário, sem discriminação racial ou social com critérios duvidosos e populistas. Quem vai reparar o dano individual causado na vida eles?


Quem já fez concurso público sabe o quanto de dedicação exige.
Toda política de segregação utiliza uma desculpa nobre.
O Governo está plantando a semente do ódio da segregação racial. HISTORICAMENTE NUNCA DEU CERTO.
O BRASILEIRO TEM TODAS AS CORES! O BRASIL É FEITO DE BRASILEIROS, GENTE TRABALHADORA!
O BRASIL É FEITO DE BRASILEIROS! NÃO DE RAÇAS!
É a vida de todos nós que está em jogo, pelas próximas décadas. Diga não a segregação racial!

HUMBERTO ADAMI, advogado do Iara (Instituto de Advocacia Racial e Ambiental)
"Acho abominável esse tipo de demagogia. Penso que a noção de 'raça' é o resultado lamentável e inseparável do racismo, aliado a uma ideologia biologista ultrapassada, de modo que o Estado jamais deveria reconhecê-la, muito menos endossá-la."


ANTONIO CICERO, poeta, filósofo e compositor
"Essa medida faz parte de um processo que vem se intensificando e que visa separar os cidadãos brasileiros em 'raças' distintas. No campo da arte como no mercado de trabalho, na saúde e na educação, os cidadãos não serão mais vistos como brasileiros, mas como brancos e negros. Essa política que visa, em princípio, beneficiar os assim chamados 'negros' excluídos pelo racismo, usa a perigosa estratégia de entronizar a 'raça'. Quando o Estado divide os cidadãos em 'raças' com o objetivo de distribuir direitos, as consequências podem ser graves. Há inúmeros exemplos históricos que sinalizam isso. Do meu ponto de vista, já expresso em muitos fóruns e em livros e artigos, o caminho para combater o racismo é destruir a ideia de 'raça' e não reforçá-la. Bom, mas os dados já foram lançados desde que o STF decidiu pela constitucionalidade das cotas raciais."


LEIA MAIS SOBRE O TEMA E REVEJA SUA OPNIÃO:

Governo instala Estado Racial:
http://www1.folha.uol.com.br/educacao/1169793-governo-instala-estado-racial-diz-sociologo.shtml

Conceito de raça existe apenas para criar diferenças e dominação:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u453011.shtml

Todos somos africanos:
http://scienceblogs.com.br/geofagos/2009/05/somos_todos_africanos/


Morgan Freeman sobre o racismo:
https://www.youtube.com/watch?v=tNEoIo3XMws


*Obs: Sou contrário a Política de cotas, embora possa me beneficiar dela. Sou negro, pardo ou branco. Acredito que o Brasil deva premiar mérito, não cor de pele, orientação sexual ou crença religiosa, embora qualquer tentativa de ser decente ou reconhecido pelo trabalho no Brasil, onde as massas pensam o que o Governo deseje que pensem, em que enganar e se dar bem é sinônimo de esperteza, seja para todo sempre uma grande perda de tempo.

Postado outubro 14, 2012

Ac

A ser entregue para:

Presidente Dilma

ASSINE A PETIÇÃO

Prezado Presidente da República, O governo visa adotar políticas de segregação na sociedade com base em critérios inexistentes, dito "raça". Isso é lamentável. O serviço público tem aprovação difícil para todos, Vossa Excelência está OBRIGANDO pessoas que já estudam há anos a desistirem, pois as poucas vagas serão ainda menores, e premiando pessoas por outros critérios que não trabalho e esforço. Vossa excelência está pregando o racismo, segregação no famoso jeitinho brasileiro. Pare enquanto é tempo, isso pode gerar ódio na população ao longo dos anos. Nós, povo brasileiro, pedimos tratamento igualitário e justo, a vida é difícil para todos. Não importa a desculpa, qualquer política para beneficiar um grupo em detrimento de outro SEMPRE SERÁ SEGREGAÇÃO. Pedimos a Vossa Excelência que não reserve cotas raciais no serviço público, e gradativamente elimine toda política que evidencie critérios de raça.

 

Coloque seu endereço de email:

email

Porque isso é importante? (opcional)

ASSINE  

Avaaz.org vai proteger sua privacidade e lhe manter atualizado sobre essa e outras campanhas semelhantes.

Compartilhe essa campanha no Facebook

Esta petição foi criada por Ewaldo Monteiro de Castro N. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.

ASSINATURAS RECENTES  
  • ontem
  • Michele Dias C Oliveira, Brasil
  • 2 semanas atrás
  • Eliete Araujo, Brasil
  • 2 semanas atrás
  • Isaélia Oliveira Santos, Brasil
  • mais de um mês atrás
  • JOSÉ BEZERRA NETO, Chipre
  • mais de um mês atrás
  • Eraldo Cavalcanti da Rocha, Brasil
  • mais de um mês atrás
  • Juliana de Medeiros Leme, Brasil
  • mais de um mês atrás
  • Maria Virginia d' Alkimin, Brasil
  • mais de um mês atrás
  • Eduardo Tavares, Brasil
  • mais de um mês atrás
  • VALERIA DE ASSIS MENDES, Brasil
  • mais de um mês atrás
  • Patrick Beividas de Souza, Brasil
  • mais de um mês atrás
  • Adriana Alves, Brasil
  • mais de um mês atrás
  • Francisco Filho, EUA
  • mais de um mês atrás
  • Alysson da Gloria de Souza, Brasil
  • mais de um mês atrás
  • Cínthia Martins de Medeiros, Brasil
  • mais de um mês atrás
  • Thiago Maia, Brasil
  • mais de um mês atrás
  • Dalila Côrte Real, Brasil
  • mais de um mês atrás
  • Bruna Vital de Lima, Brasil
  • mais de um mês atrás
  • Misna, Brasil
  • mais de um mês atrás
  • Carlos rocha, Brasil
  • mais de um mês atrás
  • Thais do Carmo Matias Oliveira, Brasil